Maven – Organizando seus projetos

Como você controla as dependências do seus projetos?
Como você organiza a estrutura dos seus projetos?
Você faz testes unitários?
Como você faz para gerar um jar/war/ear do seu projeto?

Utilizando maven conseguiremos dar uma resposta a todas essas perguntas e de modo bem simples.

1 – Download e instalação do Maven

Antes de mais nada precisamos fazer download do maven.

Windows

No windows podemos fazer o download no site da apache:

http://maven.apache.org/download.html

Descompacte o arquivo .zip em um diretório. Nesse tutorial utilizaremos o diretório:

C:\Program Files\Apache Software Foundation

Ao descompactar nesse diretório será criado um nova pasta para o maven.
Agora vamos fazer as configurações de variáveis de ambiente. Criaremos a variável M2_HOME e atribuiremos o diretório a ela. Ex:

M2_HOME = C:\Program Files\Apache Software Foundation\apache-maven-3.0.4

Na variável de ambiente “Path” adicione:

%M2_HOME%\bin;

Para testar execute o terminal (cmd) e digite “mvn –version”.

Linux (Ubuntu)

No ubuntu é um pouco mais fácil. Executando um simples script você instala o maven

sudo apt-get install maven2

Dá mesma forma que no windows, para testar execute “mvn –version”.

2 – Criar um novo Projeto

O maven adota um padrão para organização de pastas de um projeto.

src/main/java – Diretório onde está o código fonte Java da Aplicação e/ou Biblioteca
src/main/resources – Arquivos de configuração e outros arquivos devem ficar nesta pasta
src/main/filters – Pasta onde contém arquivos que podem ser configurados conforme o ambiente e/ou profile usado
src/main/assembly – Pasta que possui arquivos descritores de configuração da construção de um determinado artefato
src/main/config – Arquivos de configuração
src/main/webapp – Pasta para conteúdo Web. Aqui se encontra todos os arquivos fonte da parte web.
src/test/java – Pasta que contém os arquivos de testes unitários
src/test/resources – Pasta com arquivos que serão utilizados pelas classes de testes unitários
src/test/filters – Análogo ao diretório src/main/filters só que usado apenas para testes.
src/site – Diretório onde está a configuração do site de documentação do projeto.
LICENSE.txt Arquivo de licença do projeto
NOTICE.txt Avisos e atribuições necessárias para uso de bibliotecas as quais o projeto depende.
README.txt Arquivo Leia-me do projeto.

Para criarmos um projeto para utilizar como exemplo podemos executar o comando:

mvn archetype:generate

Na listagem que aparecer utilize a opção que tenha a seguinte descrição:

org.apache.maven.archetypes:maven-archetype-quickstart

Em seguida defina o groupId, artifactId e version do novo projeto.

GroupId irá dar exclusividade ao seu projeto. Por isso é necessário pensar em um esquema de nomeação. Ex: br.com.mews.
ArtifactId é o nome do artefato (jar/war/ear) sem a especificação da versão. Ex: projeto-test
Version é a versão propriamente dita do seu artefato. Ex: 1.0.

Parabéns… você criou o seu primeiro projeto utilizando o Maven.

No próximo post vou ensinar alguns comandos que podemos utilizar com o maven e também como controlar as dependências do seu projeto.

Por hoje ficamos por aqui… Comentem caso tenham dúvidas.

Fonte: Maven Site
Fonte: maven3tutorial.blogspot.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *